Obesidade e depressão juntas: o fim!

Você sabia que a obesidade

chama a depressão

e a depressão chama

a obesidade?

 

Se você é:

Louca por doces!

controlar a gula1

Doida por chocolate!

Fanática por refrigerante!

Desesperada por sanduíches!

Assaltante noturna de geladeira!

perder peso

Amante das pizzas!

Será que é gula?

Será que é compulsão alimentar?

Será que tenho problemas?

Será que é genético?

Será psicológico?

Tudo indica que você sabe o que é gostoso! Parabéns, pois realmente tem muitos doces deliciosos, pizzas muito saborosas, excelentes sanduíches e especialmente os refrigerantes que vem em garrafa, são maravilhosos. Isso sem falar nos sorvetes cheio de marshmallow e farinhas crocantes e calda de chocolate ou morango e leite condensado e beijinhos e brigadeiros e tortas e pudins e bolos e rosquinhas e pé de moleque e ….enfim…delicias e delicias!

Melhor ainda se você consegue manter a linha, a silueta e a saúde com tudo isso…

Quando essas tentações invadem o nosso dia a dia, ficar longe da queda é pedir demais.

Chega uma hora em que a roupa não serve mais, em que não enxergamos mais os nossos pés, porque a barriga esta no meio impedindo o nosso campo de visão, e quando nem sequer conseguimos mais manter os braços relaxados ao longo do corpo, porque tem aquela sensação de almofadinhas a repousá- los entre os braços e o nosso corpo…já passou por isso?

Há os casos em que nem sempre se tem essas delicias conosco todos os dias, mas como são tão reconfortantes e gostosos, apelamos para nos socorrer nos momentos que passamos com nos mesmos, como uma forma de desforra dos mal momentos.

E há, ainda, a simplicidade da acessibilidade. Sabe? É tão mais fácil comprar um chocolatinho que já esta ali mesmo, facinho de comer, só abrir e pronto…que…não faz sentido ficar somente na vontade. Alem disso, o preço é tão compensador…imagine se eu vou ter que me matar de cozinhar para fazer uma sobremesa e chegar ao fim e ver que a receita não deu certo…perco o meu tempo, meu dinheiro e o prazer de comer…Sabe, já que estou no supermercados, compro um pronto e pronto! Ou…já que estou com pressa, passo numa pizzaria ou vou rapidinho a lanchonete e tá feito! Pelo menos chego em casa e não tenho trabalho e nem louca suja.

É assim que começa!

É assim que se instala.

Em muito pouco tempo você vai se pegar tentando se livrar desses hábitos ou acumulando seus resultados.

O desprazer desse processo é que retornar ao processo  é missão quase impossível.

Isso porque o comportamento vicia.

O alimento não tem poder de viciar, mas o comportamento sim.

Dietas e reeducação alimentar podem ser úteis para tomar conhecimento sobre o que fazer.

Mas isso você sempre soube…e, nem por isso resistiu ao comportamento que a levou a sair da linha.

Mais do que um corpo que aprendeu a comer o que quer, seja qual for a razão, a mente foi condicionada ao novo comportamento.

Uma dieta ou reeducação alimentar embora úteis são incapazes de mudar a ordem que você enviou para a sua mente associando o alimento ingerido de forma inadequada na forma em que o fez.

Nem se trata de apenas o que comeu, mas como e o porque.

O nosso corpo trabalha em equipe…quem comanda domina.

Se a sua boca deu ordem, seu comportamento deu ordem, a mente se sujeita.

Mas, para fazer a sua mente dominar e o corpo se sujeitar é preciso dar um outro tipo de alimento que vai mais além de conhecimento, informação, hábitos receitados…é preciso dar ordem a sua mente, eh preciso resgatar a autoridade que sua inteligência tem.

É preciso alimentar a sua inteligência de autoridade.

Então, não precisa abandonar a sua dieta ou deixar seus exercícios, mas se você não resgatar a autoridade que há na sua inteligência, você corre o risco de cair em tentação contumaz até o ponto de voltar as formas que lhe trouxeram os problemas e será mais um no mundo dos efeitos sanfona por um tempo que se tornara um gordo definitivo ou um magro suando contra as tentações.

Vamos parar de brigar conosco e vamos colocar no lugar o que é de direito.

Em resumo, o fato de se ter conhecimento sobre como perder peso ou reduzir medidas, não esta relacionado a efetiva perda de peso ou redução das medidas.

Nem sempre uma dieta funciona para todos e ser viciado em dieta tambem pode ter o seu lado duvidoso, pois pode ser apenas uma mania temporária ou apenas uma substituicao ao vício, o que mais cedo ou mais tarde vai incomodar.

Há muitos outros fatores que são vinculados ao ganho de peso ou a dificuldade de sua perda.

Mas principalmente a depressão e a obesidade caminham juntas, ou comecando pela obesidade ou pela depressão. As duas tem solução com técnicas de NLP.

Nossa equipe trabalha com esses casos em que a pessoa já tentou diversas dietas, medicamentos ou mesmo exerícios, mas a balanca reluta em ceder e o espelho não modifica as formas.

Se você é uma dessas pessoas, entre em contato e saiba mais sobre como emagrecer com as técnicas de NLP.nlp

Postado em Uncategorized

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Bem-vindo ao nosso Blog, à nossa Loja! Estamos prontos para ajudá-los a alcançar seus objetivos.